Última hora

Última hora

Hollande e Cameron querem "mensagem forte" da UE à crise no Egito

Em leitura:

Hollande e Cameron querem "mensagem forte" da UE à crise no Egito

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente francês, François Hollande, e o primeiro-ministro britânico, David Cameron, defendem “a necessidade de uma mensagem europeia forte” em resposta à crise no Egito.

Num comunicado, divulgado após uma conversa telefónica, os dois dirigentes apelam ao “fim da violência, da repressão, o respeito pelos direitos humanos e o recomeço do diálogo” entre egípcios como prioridades imediatas.

No Cairo a leitura dos factos é outra:

“Pedimos ao mundo e aos países da União Europeia que baseiem as suas posições e declarações no que realmente se passa no terreno, ataques de grupos terroristas armados nas ruas do Cairo e noutras zonas do país, com o objetivo de aterrorizar os cidadãos”, disse o porta-voz do ministério dos Negócios Estrangeiros, que continuou com uma referência clara à posição da Turquia:

“Recusamos firmemente a ingerência clara nos assuntos internos egípcios. Infelizmente foi o que constatámos nas declarações de responsáveis turcos e nas práticas turcas que visam virar a opinião pública contra o Egito e ignorar totalmente a vontade do povo egípcio”, concluiu Badr Abdel-Aati.