Última hora

Última hora

União Europeia decide esta semana se corta a ajuda ao Egito

Em leitura:

União Europeia decide esta semana se corta a ajuda ao Egito

Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia discute a partir desta segunda-feira o que fazer com as ajudas financeiras que estão a ser acordadas ao Egito.

As conversações dos diplomatas serão seguidas de uma reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros dos Vinte e Oito.

O chefe da diplomacia francesa, Laurent Fabius, disse, no final de uma reunião com o seu homólogo do Qatar:
“Os ministros vão tomar decisões provavelmente a meio desta semana. Estamos a re-examinar as nossas relações com o Egito e depois, dependendo da situação, veremos o que será preciso decidir”.

Também em Washington são cada vez mais as vozes que defendem que a ajuda financeira e militar norte-americana deve ser suspensa. A pressão vem sobretudo do campo republicano.

A senadora, Kelly Ayotte, afirma:
“Agora, com a recente onda de violência, não vejo como podemos continuar com a ajuda. Acho que deveria ser suspensa, porque, infelizmente, penso que os militares egipcíos têm a impressão – sobretudo depois das declarações do presidente Obama – que o que quer que façam, a ajuda vai continuar. Eu defendo a suspensão.”

O Egito, por seu lado, considera estas ameaças de cortes na ajuda externa como chantagem.

Os defensores da ajuda externa ao Egito evocam as razões estratégicas e de segurança da região, nomeadamente a fronteira com Israel e o Canal do Suez.