Última hora

Última hora

Eleições antecipadas na República Checa

Em leitura:

Eleições antecipadas na República Checa

Tamanho do texto Aa Aa

O parlamento da República Checa aprovou a dissolução da assembleia. 140 deputados em 200 votaram a favor de novas eleições.

O escrutínio deverá ocorrer em finais de Outubro. A oposição mostra-se optimista. As sondagens atribuem 30 a 35% das intenções de voto aos sociais-democratas.

“A dissolução do parlamento é uma vitória para os sociais- democratas.Estou convencido que as pessoas vão votar em nós nas próximas eleições”, afirmou o líder social democrata, Bohuslav Sobotka.

A votação surge na sequência da rejeição pelos deputados de um governo de tecnocratas proposto pelo presidente Milos Zeman para substutuir o executivo de centro direita.

Em Junho, o primeiro-ministro Petr Necas foi obrigado a demitir-se na sequência de um caso de corrupção e abuso de poder envolvendo uma das suas assessoras mais próximas.