Última hora

Última hora

Musharraf acusado do assassinato de Benazir Bhutto

Em leitura:

Musharraf acusado do assassinato de Benazir Bhutto

Tamanho do texto Aa Aa

O ex-presidente do Paquistão, Pervez Musharraf, foi formalmente acusado do homicídio da antiga primeira-ministra e rival política, Benazir Bhutto, em 2007.

Musharraf voltou ao território paquistanês em Março, depois de quatro anos no exílio, e encontra-se em prisão domiciliária na sua residência dos arredores da capital Islamabad.

Bhutto foi assassinada no fim de um comício eleitoral em Rawalpindi, a 27 de Dezembro de 2007, num ataque suicida, poucas semanas depois de ter regressado ao Paquistão depois de anos no exílio.

Na altura, o governo acusou os talibãs paquistaneses e Musharraf disse ter avisado a opositora de que corria perigo.