Última hora

Última hora

Aviões no combate aos incêndios em Portugal

Em leitura:

Aviões no combate aos incêndios em Portugal

Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de bombeiros, apoiados por dois aviões Canadair, continuam a combater os incêndios que, nas ultimas semanas, consumiram zonas importantes da floresta do norte e centro de Portugal.

O caso mais grave dos últimos dias localizava-se em Góis, perto de Coimbra. Mas esta manhã, os bombeiros consideram que o sinistro estava controlado, mantendo, no entanto, um forte dispositivo, prevendo qualquer possibilidade de reacendimento.

Foi nesta locadidade que morreu um trabalhador da EDP, atingido pelas chamas.

Os dois aviões pesados emprestados pela Espanha deslocaram-se já para o distrito de Viseu, onde quatro incêndios consomem ainda grandes áreas de floresta.

No domingo, chegam a Portugal mais dois Canadair, estes, emprestados pela França.

Até agora, já arderam 31 mil hectares de floresta. A Polícia Judiciária, entretanto, identificou 29 presumíveis incendiários.

Em Espanha, a situação mais crítica vive-se na ilha de Maiorca. Um incêndio que está ainda fora de controle, já obrigou à evacuação de 200 pessoas.

O sinistro estende-se por mais de 450 hectares.