Última hora

Última hora

Mubarak reaviva fantasmas do passado

Em leitura:

Mubarak reaviva fantasmas do passado

Tamanho do texto Aa Aa

Muitos acontecimentos marcaram o Egito desde que Hosni Mubarak foi deposto, mas agora que o antigo ditador parece regressar às luzes da ribalta com a transferência da cadeia as opiniões dos egípcios dividem-se.

Na imprensa e nas ruas há quem seja indiferente, há quem confie na justiça e há aqueles adivinham reações inflamadas.

‘‘Sentimo-nos realmente enganados quando ouvimos estas notícias. Para que fizémos a revolução? Para mudar o horário de verão para inverno e os dígitos de um telemóvel? Sentimo-nos enganados e qualquer dia temos de começar tudo de novo e gritar ‘cai, cai Mubarak’,” diz Sameh Mohamed, um habitante de Suez.

Samy Al-Assal, funcionário público em Port Saïd, acrescenta: “Agora a polícia do Estado vai regressar, a injustiça vai voltar bem como todas as outras coisas negativas das quais queríamos distância. Libertaram Mubarak, Habib el Adli e outras pessoas do antigo regime. Só falta Mubarak regressar para nos governar.”

Mubarak podia até fazer parte da história, mas o certo é que para muitos egípcios os fantasmas do passado regressaram.