Última hora

Última hora

Primeiro-ministro turco chora ao vivo na televisão

Em leitura:

Primeiro-ministro turco chora ao vivo na televisão

Tamanho do texto Aa Aa

Recep Tayyip Erdogan reagia com lágrimas à carta que Mohammad al-Beltagy, um dos principais elementos da Irmandade Muçulmana no Egipto, escreveu à sua filha Asma, de 17 anos, morta há dias pelas forças de segurança egípcias no Cairo.

Visivelmente emocionado pelo teor da carta, Erdogan afirma que enquanto pai revê-se nas palavras deste líder da Irmandade Muçulmana.

“Uma vez, ao chegar tarde a casa, vi um bilhete deixado pela minha filha que me pedia para passar uma noite em casa. Mas eu estava a trabalhar muito e não tinha tempo…”, adiantou Erdogan.

Ainda durante a entrevista, Erdogan condenou os acontecimentos recentes ocorridos no Egipto assim como a situação na Síria. Referindo-se aos recentes ataques com armas químicas, o primeiro-ministro turco expressou desilusão com a resposta da ONU apelando à reforma do Conselho de Segurança.