Última hora

Última hora

Um medonho verão económico

Em leitura:

Um medonho verão económico

Tamanho do texto Aa Aa

As tempestades financeiras, que fustigaram as economias desenvolvidas, mudaram de rumo este verão. Os mercados emergentes, sobretudo, os asiáticos, enfrentam uma onda de liquidações. A desaceleração económica, o aumento dos défices da balança corrente e a iminente redução dos estímulos da Reserva Federal fizeram fugir os investidores.

O medo também desencadeou uma grave crise no turismo no Egito. Com a crescente violência entre apoiantes do presidente Mohamed Morsi e o exército, muitos países europeus desaconselham as viagens que não sejam essenciais. Más notícias para um país que depende fortemente do turismo, a grande fonte de divisa estrangeira.

Na outra margem do Mediterrâneo, as esperança de recuperação da Grécia centram-se também na época turística. Junho foi um mês positivo, mas não resolveu os problemas. Segundo o ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schaulbe, Atenas vai precisar de um terceiro resgate.

Nejra Cehic, da Bloomberg, abordará connosco estes temas em Business Weekly.