Última hora

Última hora

Egito reabre posto fronteiriço de Rafah

Em leitura:

Egito reabre posto fronteiriço de Rafah

Tamanho do texto Aa Aa

O posto fronteiriço de Rafah foi reaberto parcialmente este sábado. A passagem entre o Egito e a Faixa de Gaza passa a ser, no entanto, limitada a quatro horas por dia para casos de emergência humanitária e para detentores de passaportes estrangeiros.

Este é o único acesso não controlado por Israel ao território palestiniano. No entanto, a crise política e a violência no Egito levou as autoridades a encerrar o posto há cerca de uma semana, para desespero do cidadão comum. Um estudante diz que vai perder o semestre e que terá de se inscrever novamente e pagar mais, acrescentando que se trata de um grande problema para os alunos palestinianos que têm aulas no Egito. Um residente de Gaza deslocou-se várias vezes nos últimos dias ao posto fronteiriço porque está doente e precisa de ir à Arábia Saudita.

Quem espera desespera e os estrangeiros não são exceção. É o caso de um cidadão britânico que garante “estar à espera desde segunda-feira para passar para o Egito”, sublinhando que há imensas pessoas que também aguardam há muito tempo.

A Faixa de Gaza é controlada pelo Hamas, um aliado da Irmandade Muçulmana, que as autoridades acusam de ajudar os islamitas radicais na Península do Sinai. Foi nesta zona que a 19 de agosto um ataque contra as forças de segurança egípcias provocou a morte de 24 polícias.