Última hora

Última hora

A jovem que vive num mundo ao contrário

Em leitura:

A jovem que vive num mundo ao contrário

Tamanho do texto Aa Aa

Há quem viva, literalmente, num mundo ao contrário. É o caso da sérvia Bojana Danilovic, de 29 anos, que tem aquilo que os médicos chamam “fenómeno da orientação espacial”, ou seja, o cérebro não interpreta corretamente as imagens que vê. Por isso, lê e escreve ao contrário.

No entanto, Bojana explica que vê as pessoas de forma normal, elas estão de pé e não com a cabeça ao avesso. O maior problema é a orientação espacial, pelo que não pôde tirar a carta de condução. Além disso, conta que teve problemas na escola e não pôde ter a educação que queria. Apesar de ter uma visão única do mundo, Bojana diz ser uma mulher feliz e os médicos avisam que tem um QI acima da média.