Última hora

Última hora

Bielorrússia detém presidente da Uralkali

Em leitura:

Bielorrússia detém presidente da Uralkali

Tamanho do texto Aa Aa

Foi detido na Bielorrússia, Vladislav Baumgertner, presidente executivo (CEO) da empresa russa Uralkali, o maior produtor mundial de potássio. Baumgertner é acusado de abuso de poder e incorre numa pena que pode ir até dez anos de prisão.

Baumgertner foi detido em Minsk, onde se deslocou a convite do primeiro-ministro bielorrusso para discutir o diferendo que dura há um mês.

Em julho, a Uralkali pôs fim à “joint-venture” comercial com a bielorrussa Belaruskali. Ambas formavam um cartel, criado em 2005, que controlava 40% do comércio mundial de potássio. Minsk evoca perdas de quase cem milhões de dólares, após a forte queda da cotação do potássio, um componente dos adubos.

A Uralkali considera a detenção escandalosa, mas Moscovo modera as palavras. O vice-primeiro-ministro russo fala de uma “situação estranha e inapropriada”.