Última hora

Última hora

Em leitura:

Produzir cogumelos com borras de café


Sci-tech

Produzir cogumelos com borras de café

É um dia como tantos outros na cidade inglesa de Brighton. No Small Batch Coffee, os cafés são servidos com a pressa do costume. O caixote do café usado começa a estar cheio e o seu destino está traçado. Jon Coombs trabalha para a Espresso Mushroom Company, uma empresa do Sussex, no sul do país. Duas vezes por semana faz a ronda pela cidade para recolher sacos com borras de café. De acordo com um dos fundadores da companhia, são recolhidos cerca de 200 quilos por semana, às vezes uma tonelada por mês. Os sacos são levados para uma quinta onde o café usado vai ser utilizado como composto na produção de cogumelos.

Robbie Georgiou, Espresso Mushroom Company:

“Todos os dias são deitadas fora toneladas e toneladas, talvez centenas de toneladas, de borras de café. Isto é desnecessário porque se trata, de facto, de um desperdício. Como se pode ver, trata-se de um recurso.”

Quando se serve uma taça de café, esta contém menos de um por cento de café. O que sobra contém bastante celulose, nitrogénio, açúcar e outros nutrientes que são úteis aos cogumelos. Seis quilos de café usado, o equivalente a 100 bicas, são misturados em sacos com uma mão-cheia de sementes de cogumelos. Estes sacos são em seguida numerados, datados e colocados numa sala escura durante um mês, pelo menos. Em duas semanas, e depois de um par de regas por dia, os cogumelos estão crescidos e prontos a ser colhidos. Cada saco contém entre 150 e 200 gramas de cogumelos. Às vezes mais. Existem dois tipos de benefícios ambientais neste processo: os restos de café são reutilizados, o que também ajuda a reduzir a emissão de metano produzida pela degradação normal do café.

Robbie Georgiou, Espresso Mushroom Company:

“Os cogumelos são essencialmente agentes recicladores naturais. Eles transformam os organismos e a matéria em nutrientes para outros organistmos. Assim, eles transformam o café em alimento para produzir comida para nós.”

Já vimos como se produzem cogumelos com esta técnica. Mas agora são necessárias algumas verificações para nos assegurarmos que são saudáveis e que estão prontos a serem vendidos ao público. Alguns clientes duvidam ainda do paladar destes cogumelos devido ao seu modo de produção.

Alex Georgiou, Espresso Mushroom Company:

“Muitas pessoas perguntam se sabem a café ou se contêm cafeína. O facto é que o meio onde os cogumelos são produzidos afeta o seu paladar e a sua frescura. Quando você produz cogumelos em casa eles têm algo que os cogumelos comprados nas lojas não têm.”

Esta é uma tecnologia que tem estado a ser utilizada há muitos anos, por várias pessoas e empresas em bastantes países. Pode ser que no futuro muitos restaurantes sejam abastecidos em cogumelos produzidos a partir de borras de café.

Escolhas do editor

Artigo seguinte
IXV: Mergulho no mar para subir aos céus

space

IXV: Mergulho no mar para subir aos céus