Última hora

Última hora

Ucrânia: Delegação das Femen encerrada

Em leitura:

Ucrânia: Delegação das Femen encerrada

Tamanho do texto Aa Aa

A delegação das Femen em Kiev, na Ucrânia, foi encerrada pela polícia depois da descoberta de armas no local. O grupo feminista fala em provocação e alega que os objetos apreendidos foram lá colocados pelas próprias autoridades.

A polícia encontrou uma pistola, uma granada e retratos de Vladimir Putin e do patriarca ortodoxo russo. A descoberta foi feita depois de um telefonema anónimo a indicar que um artefacto explosivo tinha sido colocado no local. A cofundadora das Femen, Anna Gutsol, declarou aos jornalistas que a polícia foi ao local e lhes disse que houve uma queixa em relação a armas e explosivos armazenados na delegação. Apesar de “não os terem levado a sério”, diz que o facto de alguns segundos depois uma brigada especial ter aparecido mostra que foi tudo planeado com tempo.

A delegação foi encerrada e o grupo feminista indicou que não a quer reabrir. Em causa, uma série de agressões recentes às ativistas que têm receio de novos ataques. O grupo Femen foi fundado na Ucrânia, mas a representação principal está agora em Paris.