Última hora

Última hora

Barack Obama, saudou a herança de Martin Luther King

Em leitura:

Barack Obama, saudou a herança de Martin Luther King

Tamanho do texto Aa Aa

Barack Obama, saudou a herança de Martin Luther King, 50 anos depois do célebre discurso “I Have a Dream”.

Exatamente no mesmo local onde o pastor e ativista político de Atlanta proferiu a oratória, a 28 de agosto de 1963, no Lincoln Memorial, em Washington, o primeiro Presidente negro dos Estados Unidos afirmou que “as suas palavras são eternas, possuem um poder e um caráter profético sem igual no nosso tempo”.

Barack Obama também prestou homenagem aos desconhecidos que lutaram com persistência pelos direitos civis durante anos.

“Com a marcha deles a América tornou-se mais livre e mais justa. Não só para os afro-americanos, mas também para as mulheres, os latinos, os asiáticos e os nativos americanos. Para os católicos, judeus e muçulmanos, para os gays, para os deficientes americanos.

A América mudou para vocês e para mim.

Todo o mundo ganhou força com aquele exemplo. Fossem os jovens do outro lado da cortina de ferro, que viriam a derrubar o muro, ou os jovens na África do Sul que viriam a acabar com o flagelo do apartheid”, referiu o Presidente dos Estados Unidos.

Na cerimónia denominada “Let Freedom Ring”, participaram inúmeras individualidades, entre as quais se destacam os antigos presidentes, Jimmy Carter e Bill Clinton, bem como o congressista John Lewis e o filho e a filha de Luther King e a irmã.