Última hora

Última hora

Síria apresenta provas da não implicação em ataque químico

Em leitura:

Síria apresenta provas da não implicação em ataque químico

Tamanho do texto Aa Aa

A Síria voltou a rejeitar ter recorrido a armas químicas tendo apresentado hoje aos inspectores da ONU as alegadas provas da não implicação no ataque da semana passada.

À saída da reunião com os inspetores da ONU, em Damasco, o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros sírio acusou os rebeldes de terem utilizado este tipo de armamento, com o apoio de vários países ocidentais.

“O mais perigoso nesta situação é que Estados Unidos, Reino Unido e França encorajaram os terroristas a recorrerem a este tipo de armas. E mais perigoso ainda, não duvido que estes terroristas possam utilizar armas químicas, muito em breve, contra a população europeia”, afirmou Faisal Al-Maqdad.

O regime promete assim rebater as acusações tendo garantindo que o país poderá tornar-se no “cemitério de qualquer invasor”, não cedendo ao que o primeiro-ministro Wael al-Halqi considerou hoje serem “ameaças terroristas colonialistas”.