Última hora

Última hora

Ex-namorada de Kim Jong-Un executada por difundir pornografia

Em leitura:

Ex-namorada de Kim Jong-Un executada por difundir pornografia

Tamanho do texto Aa Aa

O regime norte-coreano executou a antiga namorada do “grande líder” do país, Kim Jong-Un assim como 11 músicos e bailarinos de dois grupos musicais, acusados de gravar e vender pornografia.

Hyon Song-wol, que era também cantora, teria sido executada em público com os restantes membros do seu grupo, três dias após a sua detenção, segundo noticia um jornal sul-coreano.

Os executados foram igualmente acusados de serem dissidentes políticos por possuirem várias cópias da biblía, um livro proibido pelo regime comunista.

O jornal sul-coreano, que cita fontes chinesas, afirma igualmente que a execução teria sido realizada frente a outros membros dos grupos musicais e dos seus familiares e que estes últimos teriam sido enviados para campos de trabalho após a execução.