Última hora

Última hora

Quirguistão exclui epidemia de peste bubónica depois de morte de jovem de 15 anos

Em leitura:

Quirguistão exclui epidemia de peste bubónica depois de morte de jovem de 15 anos

Tamanho do texto Aa Aa

O governo do Quirguistão diz que não existe um risco de epidemia de peste bubónica. A declaração foi feita depois de 160 pessoas terem sido colocadas em quarentena no Leste do país, na sequência da morte de um adolescente.

Segundo as autoridades, as hospitalizações têm um objetivo preventivo, tratando-se essencialmente de pessoas que poderão ter estado em contacto com Timerbek Issakunov, o jovem de 15 anos que faleceu na quinta-feira de peste bubónica num hospital da região de Issyk-Koul.

Um residente diz que está “inquieto, pois se o governo não tiver dinheiro suficiente para esterilizar a área onde se encontra o epicentro do surto, ninguém poderá oferecer garantias de que o cenário não se vai repetir”.

Segundo o ministério da Saúde, o jovem – que trabalhava como pastor numa pequena aldeia de montanha – terá sido picado por uma pulga, que terá transportado a doença de um roedor contaminado, possivelmente uma marmota.