Última hora

Última hora

Egito: Polícia dispersa apoiantes de Morsi

Em leitura:

Egito: Polícia dispersa apoiantes de Morsi

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia egípcia dispersou hoje com granadas de gás lacrimogéneo uma manifestação no Cairo que reunia pouco mais de 30 apoiantes do Presidente Mohamed Morsi, deposto pelo exército.

Os manifestantes tinham-se concentrado numa praça do centro da capital no final das orações e sem que tenham manifestado qualquer hostilidade, a polícia disparou granadas de gás lacrimogéneo para os dispersar.

“Estou aqui para dizer a al-Sissi que não temos medo dos tanques e dos soldados dele. Pode mandar-nos todos para a prisão, mas não nos ajoelharemos”, disse um manifestante.

“O que aconteceu não é aceitável em nenhum país do mundo. Evocam a democracia e tudo isso, mas roubaram-nos a democracia. Roubaram a minha voz”, afirmou um outro.

A Irmandade Muçulmana apelou a uma manifestação contra o “golpe de Estado militar”, mas a sua capacidade de mobilização tem sido reduzida ao fim de duas semanas de sangrenta repressão e detenção dos seus principais dirigentes.

Nos últimos 10 dias, as manifestações pró-Morsi são raras e juntam apenas centenas de pessoas, sendo maiores às sextas-feiras, dia de oração. Antes de 14 de agosto, a Irmandade Muçulmana mobilizava centenas de milhares de apoiantes.