Última hora

Última hora

Oposição síria critica Washington que estaria ao corrente de ataque químico

Em leitura:

Oposição síria critica Washington que estaria ao corrente de ataque químico

Tamanho do texto Aa Aa

Os combates entre os rebeldes e o exército sírio prossegem, nos arredores de Damasco, na mesma zona onde o regime teria levado a cabo, na semana passada, um ataque com armas químicas.

As imagens, difundidas pela oposição, mostram que a força aérea continuaria a bombardear a região, esta sexta-feira, para evitar o avanço dos combatentes.

Em Ariha, na província de Idlib, os combates prosseguiam igualmente em torno de uma auto-estrada que liga o interior do país às fronteiras do Iraque e da Turquia, controladas até agora pelos rebeldes.

Na mesma província, dezenas de manifestantes concentraram-se na cidade de Kafr Nabl para pedir aos Estados Unidos que lance um ataque militar para pôr fim ao regime de Bashar Al-Assad.

Vários membros da oposição criticaram, no entanto, esta sexta-feira, Washington por não ter evitado ou avisado do ataque químico da semana passada, quando os serviços secretos norte-americanos estariam ao corrente da ação, antes mesmo desta ter sido lançada pelo regime.