Última hora

Última hora

Primeira sentença para violação colectiva na Índia

Em leitura:

Primeira sentença para violação colectiva na Índia

Tamanho do texto Aa Aa

Caíu a sentença sobre o acusado mais novo do crime de violação colectiva que chocou a Índia.

O jovem, na altura dos factos com 17 anos, foi sentenciado a 3 anos de prisão pela violação e morte de uma estudante de 23 anos agredida e atirada para fora de um autocarro por cinco indivíduos em Nova Deli.

A pena foi considerada indulgente pelos familiares:

“Nós não estamos felizes com este veredicto. Queremos que seja enforcado porque o crime que ele cometeu é de um adulto, de modo que o castigo dado também deve ser de um adulto”.

O arguido, que fez entretanto 18 anos, foi acusado de ter participado, com outros quatro homens, na violação coletiva ocorrida em dezembro de 2012.

Os restantes quatro dos cinco acusados enfrentam penas de morte, um deles acabou por se suicidar na prisão em março.