Última hora

Última hora

39ª edição do Festival de Cinema Americano de Deauville

Em leitura:

39ª edição do Festival de Cinema Americano de Deauville

Tamanho do texto Aa Aa

O sol e o çéu azul brindaram o arranque da 39ª edição do festival de cinema americano de Deauville, na Normandia, em França.

Entre as atrações presentes, Michael Douglas e Steven Soderbergh. O realizador norte-americano promove o último filme “Por detrás do candelabro”. Michael Douglas incarna o papel de um pianista excêntrico que se envolve com um homem mais novo (Matt Damon).

“Tive muito tempo para me preparar. Tive um cancro, adiámos o filme por ano e tive tempo para ensaiar. Tive a responsabilidade de incarnar uma pessoa real e foi a primeira vez para mim, disse Douglas.

“Por detrás do candelabro” estreia em Portugal a 19 de setembro.

O filme de Soderbergh foi apresentado em Deauville fora da competição, em jeito de estreia europeia. Em Deauville, o cineasta voltou a dizer que vai deixar o cinema e começar uma vida nova, na televisão.

“O meu futuro é na televisão. Daqui a um mês vou filmar uma série de dez horas chamada ‘The Nick’. Passa-se num hospital em Nova Iorque no ano 1900, é interessante”, disse Steven Soderbergh.

Além apresentação de filmes recentes e da competição oficial, que este ano inclui 14 obras, a edição 2013 do Festival atribuiu quatro distinções. A primeira foi atribuída a Cate Blanchett. A atriz australiana tem-se dedicado intensamente ao teatro, sem no entanto esquecer o cinema. A Euronews quis saber qual foi a personagem que mais gostou de incarnar:

Tento não me apaixonar por nehuma. Penso que a questão tem mais a ver com a experiência de fazer o filme. Adorei trabalhar com with Ron Howard no filme “The Missing” em Santa Fe e adorei também estar em São Francisco com Woody Allen. Também gostei de trabalhar com Todd Haynes e Steven Soderbergh, que está aqui e com quem estaria de novo a trabalhar se ele não tivesse decidido abandonar tudo”, disse Cate Blanchett.

A atriz promove o último filme de Woody Allen, onde desempenha papel de uma mulher em plena crise de meia-idade.

“Blue Jasmine” estreia em Portugal a 5 de Setembro.

A lista dos premiados em Deauville inclui Forest Whitaker, o protagonista do filme “O mordomo”.

Whitaker incarna o papel de um afro-americano que serve vários presidentes na Casa Branca.

O filme realizado por Lee Daniels retrata em particular o movimento pelos direitos civis dos negros nos Estados Unidos.

“Foi bastante dificil trabalhar a personagem, havia aspectos muito específicos porque o Lee viveu as coisas ao longo de vários anos, foi envelhecendo, vivendo diferentes experiências, mas nesse processo, apesar das dificuldades senti alegria”, Forest Whitaker.

Além de Forest Whitaker, o elenco inclui David Oyelowo, Oprah Winfrey e Lenny Kravitz.
A banda sonora do filme foi composta por Rodrigo Leão. “O mordomo” chega às salas de cinema portuguesas a 5 de setembro.

As