Última hora

Última hora

Legislativas alemãs: único debate não muda opiniões

Em leitura:

Legislativas alemãs: único debate não muda opiniões

Tamanho do texto Aa Aa

O único debate televisivo da campanha para as legislativas alemãs terminou com um empate técnico, sem mudar opiniões no eleitorado.

Segundo os meios germânicos, as prestações da chanceler Angela Merkel e do rival social-democrata foram equivalentes. Com uma forte desvantagem nas sondagens, Peer Steinbrück centrou o debate na crise europeia e na eventualidade de um terceiro resgate à Grécia.

O candidato social-democrata afirmou que “teria seguido outra estratégia. Claro que é necessária uma consolidação dos orçamentos públicos, mas não numa dose letal para os países [em dificuldades]. A CDU-CSU sabe que as doses dos programas aplicados podem ser letais e que precisam de ser acompanhadas por uma dupla estratégia, com incentivos para esses países”.

A chanceler defendeu a política europeia do seu governo, que diz ter melhorado também nos últimos quatro anos a situação da maioria dos alemães, e lançou um apelo ao voto.

Merkel frisou que o eleitorado conhece-a “e sabe o que pretende alcançar”. A chanceler disse que quer “que os próximos quatro anos sejam tão bons como os anteriores”, para que “a Alemanha seja a maior economia da Europa e um mediador e parceiro, sobretudo nestes tempos de crise”.

Se o debate não suscitou paixões, já o colar da chanceler, nas cores da bandeira alemã, motivou a criação de uma conta especial no Twitter que arrecadou quatro mil seguidores.

Merkel conta com uma confortável vantagem de mais de quarenta por cento das intenções de voto para as legislativas do próximo dia 22, contra apenas 26 por cento para Steinbrück.