Última hora

Última hora

Síria: Oposição diz ter provas de utilização de armas químicas

Em leitura:

Síria: Oposição diz ter provas de utilização de armas químicas

Tamanho do texto Aa Aa

A oposição síria instalada na Turquia afirma ter provas da utilização de armas químicas por parte do regime de Damasco, nomeadamente na cidade de Aleppo, no mês de março. O ataque fez duas dezenas de mortos. O governo de Bashar al-Assad afirma que a autoria do ataque pertence aos rebeldes e apoia-se em análises feitas por especialistas russos.

A oposição diz ainda ter recebido informação sobre movimentações de armas químicas por parte do exército do regime. O porta-voz do Conselho Nacional Sírio afirmou, em Istambul, que o exército transportou mísseis com ogivas químicas em três colunas militares e duas já chegaram ao destino.

A tensão na região foi agravada na manhã desta terça-feira depois de Israel ter disparado um par de mísseis no Mediterrâneo Oriental. Os tiros foram detetados por um radar russo e a notícia gerou confusão. O ministério israelita da Defesa declarou mais tarde ter-se tratado de um teste com mísseis Sparrow que são utilizados como alvo de treino ao sistema antimíssil Arrow, de origem americana. O Pentágono confirmou o tiro no âmbito de manobras conjuntas com Israel e afirmou que o teste “não teve nada a ver com a Síria.”