Última hora

Última hora

África do sul: Minas de Ouro paralisadas

Em leitura:

África do sul: Minas de Ouro paralisadas

Tamanho do texto Aa Aa

Nas minas de ouro da África do sul, oitenta mil mineiros entram em greve para reclamarem aumentos salariais.

Os traballhadores convocaram o protesto com o apoio do Sindicato Nacional dos Mineiros e exigem subidas de até 60%. No começo desta semana rejeitaram uma oferta de aumento de 6%, ou seja, a mesma taxa de inflação atual.

O governo tem pedido aos trabalhadores que garantam que as greves sejam pacíficas. O Presidente Jacob Zuma apelou ao fim dos protesto e lembrou que estão a prejudicar a indústria e a economia do país.

Em manifestações semelhantes no ano passado, 34 trabalhadores foram mortos a tiro pela polícia.

A África do Sul é um dos maiores comerciantes de ouro do mundo, mas a extração sofreu uma redução de investimento e é abalada por relações laborais tensas.