Última hora

Última hora

Em leitura:

O futuro passa pela publicidade dentro da cabeça?


Sci-tech

O futuro passa pela publicidade dentro da cabeça?

Uma agência de publicidade quer transmitir mensagens através das janelas dos comboios. É um pouco como se as janelas falassem. O passageiro tem impressão de que o som vem do interior da própria cabeça. A tecnologia, conhecida como condução craniana, baseia-se na transmissão dos sons ao canal auditivo por intermédio dos ossos do crânio.
O projeto foi desenvolvido pela agência BBDO para o canal de televisão Sky Deutschland.

“Normalmente, as ondas sonoras são conduzidas pelo ar através do ouvido até ao ouvido interno onde são interpretadas como som. Com a condução craniana, este processo decorre de uma forma completamente diferente. Os ossos do corpo vibram, qualquer osso vibra e o ouvido interpreta essa vibração da alta frequência como som”, explica Sebastian Hardieck, chefe do departamento criativo da BBDO, na Alemanha.

A condução craniana já é usada em auriculares para atletas e em aparelhos para pessoas com deficiência auditiva. Mas a aplicação da tecnologia na área da publicidade está a gerar controvérsia na Alemanha.

“É horrível, é mesmo mau, já estamos inundados de publicidade. Esse projeto significa que estamos a ir cada vez longe na sociedade de consumo”, afirma uma passageira alemã.

“Estou a imaginar as pessoas que vão para o trabalho de manhã e que querem dormir um pouco. Quando adormecem, ouvem publicidade. Penso que as pessoas se vão opor ao projeto”, afirma um alemão.

Para já a ideia ainda não foi implementada. Resta saber se a agência de publicidade vai conseguir vendê-la aos passageiros dos transportes públicos…

Escolhas do editor

Artigo seguinte
IXV: Mergulho no mar para subir aos céus

space

IXV: Mergulho no mar para subir aos céus