Última hora

Última hora

Venezuela: Presidente denuncia ensaio de "golpe elétrico"

Em leitura:

Venezuela: Presidente denuncia ensaio de "golpe elétrico"

Tamanho do texto Aa Aa

Na Venezuela o fornecimento de energia elétrica está a ser normalizado após um apagão ter deixado sem luz a capital e 19 dos 23 Estados do país.

O presidente Nicolas Maduro responsabilizou a extrema-direita pelo sucedido:

“Não tenho qualquer dúvida de que hoje foi ativado um ensaio geral de um “golpe elétrico” contra o povo venezuelano. Não tenho nenhuma dúvida”, disse.

Maduro tem insistido nos últimos meses em referências a alegados planos de sabotagem contra o sistema elétrico venezuelano.

A falha ocorreu pouco depois das 12:45 locais e também afetou o metro.

“Esperamos uma hora dentro do túnel para sair da carruagem do metro. Realmente isto é uma prova irrefutável da situação que o país vive, no que respeita ao sistema elétrico, no qual não se investiu nem foi alvo da devida manutenção”, disse um habitante de Caracas.

Responsáveis do Governo têm reconhecido que os problemas do sistema elétrico estão associados a um elevado consumo médio dos utentes, à falta de manutenção de algumas linhas de distribuição e à insuficiência do fornecimento nas horas de maior consumo.