Última hora

Última hora

Gauck e Hollande reafirmam relações em palco de massacre nazi

Em leitura:

Gauck e Hollande reafirmam relações em palco de massacre nazi

Tamanho do texto Aa Aa

Um encontro com um forte simbolismo para reafirmar a estreita relação entre a França e a Alemanha. Os presidentes dos dois países, François Hollande e Joachim Gauck, visitaram juntos Oradour-sur-Glane, teatro do pior massacre nazi na França ocupada durante a Segunda Guerra Mundial.

Foi a primeira deslocação oficial de um alto responsável alemão à aldeia mártir, onde 642 pessoas foram mortas a 10 de Junho de 1944.

Coincidindo com a visita, o procurador de Dortmund, na Alemanha, disse esperar que, até ao fim do ano, possa acusar formalmente cinco ex-nazis suspeitos de envolvimento no massacre de Oradour.

Andreas Brendel diz que “com a ajuda da polícia francesa, foram ouvidas várias testemunhas em França, este ano, entre Janeiro e Junho. O objetivo foi tentar alinhar os acontecimentos em Oradour, juntando as peças do mosaico, uma por uma”.

Durante a visita a Oradour, o chefe de Estado alemão evocou a investigação em curso em Dortmund para sublinhar que o tratamento judicial dos crimes de guerra nazis “não está terminado”.