Última hora

Última hora

Síria: Civis organizam escudos humanos

Em leitura:

Síria: Civis organizam escudos humanos

Tamanho do texto Aa Aa

No decorrer de uma campanha para a organização de escudos humanos, em Damasco cidadãos sírios ergueram tendas em redor de potenciais alvos no caso de um ataque militar estrangeiro.

Os participantes na campanha “Por cima dos nossos corpos” comprometem-se a ficar nas tendas até que a decisão das ações militares seja anulada, ou então morrerão durante os ataques.

Quarta-feira John Kerry conseguiu a aprovação da comissão de negócios estrangeiros do Senado para uma intervenção de 60 dias, prolongável até aos 90.

“Depois de tudo o que foi dito e feito, sabendo que pelo menos 11 vezes Assad fez o mesmo – o que pode ser provado pelos nossos serviços de informações – e agora, depois deste caso grotesco, mais grave do que tudo o que foi feito antes, se recuarmos, se o mundo recuar, estaremos a dar uma imagem clara de permissividade”, afirmou o Secretário de Estado norte-americano.

Enquanto os peritos da ONU continuam a analisar as amostras recolhidas para determinar a utilização ou não de armas químicas no ataque de agosto na Síria, um relatório dos serviços de informações dos Estados Unidos indicava a morte 1.429 pessoas, das quais 426 crianças.