Última hora

Última hora

Ucrânia: 30.000 judeus marcam o início do Ano Novo Judaico

Em leitura:

Ucrânia: 30.000 judeus marcam o início do Ano Novo Judaico

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de 30 mil judeus juntaram-se na cidade ucraniana de Uman, a 200 quilómetros de Kiev, para celebrar o início do Rosh Hashanah, o Ano Novo Judaico.

Na maioria, peregrinos hassídicos provenientes de Israel, dos Estados Unidos, do Canadá e de toda a Europa, que realizam a peregrinação anual ao túmulo do rabino Nachman de Breslau, uma das principais figuras do judaísmo, que combinou os segredos esotéricos da religião com os ensinamentos da Tora.

Um dos organizadores explica que Nachman “escolheu dez parágrafos [da oração de David] e juntou-os porque tinham um enorme poder para perdoar os pecados cometidos pelas pessoas”.

O Rosh Hashanah marca, para os judeus, o início do ano 5774. Aquela que é uma das cinco principais festividades do calendário hebraico serve também para preparar, através da oração e penitência, o caminho para o Yom Kippur, o Dia do Perdão, assinalado a 14 de Setembro.

Um fiel norte-americano diz que é “a segunda vez” que assinala aqui a data e acrescenta que “da última vez, foi incrível”, garantindo que “graças à experiência” que viveu, teve “um ano melhor e melhores relações com as pessoas” que o rodeiam.