Última hora

Última hora

"Visa pour l'image" faz 25 anos

Em leitura:

"Visa pour l'image" faz 25 anos

Tamanho do texto Aa Aa

O festival internacional de fotojornalismo “Visa pour l’image”, na cidade francesa de Perpignan, celebra este ano um quarto de século.

Desde 1989 mais de 4 milhões de pessoas passaram pelo certame anual, para admirar os melhores trabalhos fotográficos de todo o mundo.

Exemplo disso é este casal que nunca perdeu uma edição. “Somos mais bem informados pelo “Visa” do que pelos telejornais. É verdade! E o ambiente é muito simpático,” concluem!

O festival reúne trabalhos de fotojornalistas de todo o mundo sobre os mais variados temas. Na mostra deste ano está, também, a fotografia de Daniel Rodrigues, o fotógrafo português que venceu o World Press Photo 2013, na categoria “Daily Life”.

O diretor do festival afirma que fizeram “uma mistura de imagens duras, por vezes difíceis de suportar”, mas afirma que “é essa a realidade do mundo”. Diz ainda que “não são as fotografias que são difíceis mas a situação que retratam.”

Exemplo disso são estas imagens do conflito sírio que desde maio de 2011 já matou mais de 100 mil pessoas.

Rafael Fabrés é fotojornalista “freelancer”, vive no Rio de Janeiro, e há 2 anos que fotografa projeto “Pacificação”.

Visando a realização do Campeonato do Mundo de Futebol, em 2014, e dos Jogos Olímpicos, em 2016, a Unidade de Polícia Pacificadora, pretende instituir polícias comunitárias nas favelas do Rio, de modo a desmantelar as quadrilhas que controlavam estes territórios.

Estas e outras realidades em mostra no festival internacional de fotojornalismo “Visa pour l’image, em Perpignan, França, até 15 de setembro.