Última hora

Última hora

Brasil: celebrações da independência marcadas por protestos.

Em leitura:

Brasil: celebrações da independência marcadas por protestos.

Tamanho do texto Aa Aa

Ainda que longe da mobilização que trouxe centenas de milhares de pessoas para as ruas em junho passado, o dia da independência do Brasil serviu de motivo para algumas ações de protesto nas principais cidades.

No Rio de Janeiro, a polícia teve que utilizar gás lacrimogéneo e balas de borracha para dispersar manifestantes antigovernamentais que exigem um fim à corrupção política e melhorias nos serviços públicos.

Cenas idênticas em São Paulo nas quais as forças da ordem e os manifestantes se confrontaram nas imediações da câmara municipal.

Na sua maioria estudantes, sindicalistas e anarquistas, os manifestantes insurgem-se contra a corrupção e a fraca qualidade dos serviços públicos sem esquecer o custo elevado associado à organização do Mundial de futebol no próximo ano.

Num discurso televisivo transmitido na sexta-feira à noite, a presidente Dilma Rousseff reconheceu os problemas mas sublinhou que há muitos progressos a registar.

Na capital política, Brasília, os manifestantes tiveram que esperar até ao final dos desfiles militares para poderem fazer ouvir as suas reclamações.