Última hora

Última hora

Bucareste pondera abate de todos os cães vadios

Em leitura:

Bucareste pondera abate de todos os cães vadios

Tamanho do texto Aa Aa

É uma questão com que a capital romena, Bucareste, se debate há décadas: os milhares e milhares de cães vadios que percorrem as ruas da cidade. Mas a morte de uma criança de quatro anos, atacada brutalmente num parque por uma matilha, radicalizou as posições. Centenas de manifestantes vieram pedir que todos os cães sem dono sejam eutanasiados.

A avó da vítima mortal afirma esperar “que haja agora uma mudança para melhor, porque os cães não podem continuar nas ruas.” Um outro habitante declarava que evita “sair de casa depois das 21 horas”, porque já quase foi atacado por duas vezes.

Bucareste vai levar a questão a referendo no dia 6 de outubro. O presidente romeno, Traian Basescu, já avançou com uma proposta, tendo pedido ao governo uma medida de emergência que defina um período de duas semanas, durante o qual quem quiser pode adotar os cães vadios. Depois, os que não tiverem uma casa serão abatidos.

Os movimentos de defesa dos animais insistem noutras soluções, que passam, nomeadamente, pela esterilização.