Última hora

Última hora

China salta para o 3° lugar na lista de investidores

Em leitura:

China salta para o 3° lugar na lista de investidores

Tamanho do texto Aa Aa

A China tornou-se no ano passado no terceiro maior investidor mundial. A lista da ONU continua a ser liderada pelos Estados Unidos e pelo Japão.

Graças às enormes reservas cambiais, no espaço de um ano Pequim ganhou três lugares, seguindo em contraciclo da tendência mundial. Enquanto baixava o investimento a nível mundial, Pequim aumentou-o em 17,6 por cento. A soma ascendeu a 66,5 mil milhões de euros, um valor recorde, contra 52 mil milhões em 2010.

É através de feiras internacionais como a que decorre na cidade de Xiamen, que Pequim tem incentivado as empresas a internacionalizarem-se e a visar novos setores.

Wang Yanguo, vice-diretor da Câmara Internacional de Comércio para o setor privado, explica que “os investidores chineses que costumavam focar-se na indústria tradicional, estão agora também a apostar nas indústrias emergentes. A dinâmica de desenvolvimento é muito forte, especialmente nas indústrias avançadas e de alta tecnologia”.

No total, os chineses detêm participações em 22 mil empresas em 179 países e regiões. Exemplos disso foram a aquisição de mais de 21% da EDP, por 2,7 mil milhões de euros, ou da Smithfields Foods, o gigantesco produtor norte-americano de carne de porco por 4,7 mil milhões de dólares.