Última hora

Última hora

Filme sobre ambientalistas vence Festival de Deauville

Em leitura:

Filme sobre ambientalistas vence Festival de Deauville

Tamanho do texto Aa Aa

O grande prémio do Festival de Cinema Americano de Deauville foi atribído ao filme “Night Moves” de Kelly Reichardt. A película conta a história de três ambientalistas radicais que planeiam fazer explodir uma barragem hidroelétrica.

O festival francês dedicado à cinematografia americana recompensou ainda Sam Fleischner com prémio do Júri, pela obra “Stand clear of the closing doors”. O filme gira em torno da vida de um adolescente autista.

Além dos 14 filmes em competição, a programação do Festival que tem lugar todos os anos, na Normandia, em França, incluiu ante-estreias, workshops e debates, ao longo de dez dias.

John Travolta foi uma das estrelas mais aguardadas pelo público.O ator norte-americano recebeu uma homenagem em Deauville, rodeado por uma multidão de fãs.

“Sinto a devoção do público há vários muitos anos. É muito agradável ser recebido desta forma”, disse Travolta.

Em entrevista à Euronews, o ator falou nos papéis de “mau” que tem desempenhado.

Sinto-me confortável com boa escrita e bons argumentos. Não interessa se a personagem é boa ou má. O mais importante é a qualidade da comunicação. Se ela for foa, estou contente”, considerou a estrela de “Pulp Fiction”.

Travolta contracena com Robert De Niro, em “Killing Season”, um dos filmes apresentados em ante-estreia. A película conta a história de dois veteranos da guerra dos balcãs.

Tilda Swinton passou pelo Festival para apresentar “Snowpiercer” do realizador sul-coreano Bong Jonn-Ho. A atriz anglo-escocesa incarna uma líder autoritária e implacável.

“Penso que há uma verdadeira tradição de grandes líderes bombásticos que são vistos como um pouco palhaços. Por exemplo, Kadafi, com as fotografias e as medalhas com que andava sempre. Penso também em realizadores como Charlie Chaplin e o filme «O Grande Ditador» em que ele pega num grande líder e goza com isso”, disse Tilda Swinton.

“Snowpiercer”, o filme de encerramento do Festival, desenrola-se num futuro imaginário, após o gelo da terra. Um grupo de sobreviventes é obrigado a conduzir um comboio que se encontra em movimento perpétuo.