Última hora

Última hora

EUA recordam vítimas dos atentados de 11 de setembro

Em leitura:

EUA recordam vítimas dos atentados de 11 de setembro

Tamanho do texto Aa Aa

Os Estados Unidos voltam a recordar as vítimas dos atentados de 11 de setembro de 2001, 12 anos após os quatro atentados que provocaram a morte de 3 mil pessoas.

Na zona zero de Nova Iorque, centenas concentraram-se junto ao local onde um memorial substituiu as ruínas das torres gémeas para cumprir um minuto de silêncio às 8h46 e às 9h03, assinalando o momento em que os dois aviões de passageiros colidiram com os edifícios, num dos mais graves atentados contra os Estados Unidos.

O presidente norte-americano, Barack Obama, deslocou-se ao edifício do Pentágono, para cumprir um minuto de silêncio, às 9h37, a hora exata em que um terceiro avião se despenhava no local.

Uma cerimónia em Pittsburg assinalou o despenhamento do quarto avião a ser desviado por um grupo de terroristas.

“Vamos ter a força necessária para enfrentar as ameaças que perduram mesmo 12 anos depois, enquanto houver ataques sobre os nossos cidadãos nós vamos permanecer em alerta para defender a nossa nação”, afirmou Obama.

O décimo segundo aniversário dos atentados de 11 de setembro ocorre num momento em que os métodos da luta anti-terrorista norte-americana continuam a ser postos em causa, da prisão de Guantanamo ao recente escândalo de espionagem da agência de segurança norte-americana.