Última hora

Última hora

Ladrão de arte quer ser julgado na Holanda

Em leitura:

Ladrão de arte quer ser julgado na Holanda

Tamanho do texto Aa Aa

O chefe da quadrilha que roubou sete quadros de um museu de Roterdão não quer ser julgado na Roménia.

Radu Dogan, de nacionalidade romena, compareceu esta terça-feira, perante um tribunal de Bucareste. Disse ao juíz que quer ser julgado na Holanda. Se isso não acontecer, recusa-se a indicar a localização das obras.

Sem grandes certezas, pensa-se que cinco dessas obras estarão na Moldávia e duas na Bélgica.

Entre as obras roubadas, há um Picasso.