Última hora

Em leitura:

Londres lança privatização do Royal Mail


empresas

Londres lança privatização do Royal Mail

O Reino Unido avança com a maior privatização em décadas, a do Royal Mail. O governo anunciou oficialmente que a maioria do capital vai entrar na bolsa de Londres nas próximas semanas.

Em duas décadas, esta é a quarta tentativa de privatização do serviço postal com 500 anos de história.

Dez por cento das ações serão destinadas aos 150 mil funcionários, que ameaçam fazer greve em protesto contra a privatização. A venda do resto do capital dependerá, segundo o governo de David Cameron, das condições do mercado.

Os analistas estimam que a empresa valorize entre 2,4 mil milhões e 3,5 mil milhões de euros.

No ano passado, as receitas do Royal Mail superaram os nove mil milhões de libras e os lucros duplicaram.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

empresas

Apple: A dupla desilusão