Última hora

Última hora

Esforços diplomáticos em prol de uma solução para a Síria

Em leitura:

Esforços diplomáticos em prol de uma solução para a Síria

Tamanho do texto Aa Aa

O secretário de Estado norte-americano e o ministro russo dos Negócios Estrangeiros concluíram esta sexta-feira, em Genebra, dois dias de discussões sobre a Síria. John Kerry e Sergei Lavrov qualificaram as conversas de “construtivas” e combinaram novo encontro no final do mês em Nova Iorque.

“Estamos a esforçar-nos para alcançar uma base de entendimento que torne possível que isto aconteça e estamos a discutir o que é que cada um de nós precisa de fazer”, explicou John Kerry. E Sergei Lavrov detalhou: “Agora que o governo de Assad aderiu à Convenção sobre as Armas Químicas, os nossos técnicos vão trabalhar em conjunto com a Organização para a Proibição das Armas Químicas, com as Nações Unidas para estabelecer um plano com vista a uma resolução profissional e o mais rápida possível.”

Uma outra reunião teve igualmente a Síria como pano de fundo. Numa cimeira regional, em Bichkek, no Quirguistão, na qual Vladimir Putin também participou, o presidente iraniano manifestou o seu empenho numa solução política do conflito.

“A tragédia humana na Síria só pode ser resolvida através de meios políticos com um diálogo entre o governo e os grupos de oposição sírios e sem o espetro de uma intervenção militar estrangeira. Todas as partes que possam exercer alguma influência, como o Irão, devem esforçar-se por ajudar à construção deste diálogo”, apelou Hassan Rohani.

Rússia e Estados Unidos defendem igualmente um diálogo que englobe todas as fações envolvidas no conflito e esperam convocar, no final do mês, uma conferência de paz – que a oposição síria já fez saber ver com bons olhos.