Última hora

Última hora

Fluxo de refugiados sírios não para de aumentar

Em leitura:

Fluxo de refugiados sírios não para de aumentar

Tamanho do texto Aa Aa

Enquanto prosseguem os esforços diplomáticos internacionais e os combates, na Síria, a população continua a fugir do país. Estima-se que a guerra, que dura há mais de dois anos e meio, tenha já provocado dois milhões de refugiados e, a continuar a este ritmo, poderá atingir os três milhões no final deste ano.

Iraque, Turquia ou Líbano são dos países que mais refugiados sírios têm acolhido. Mas um número cada vez maior de sírios começa a chegar aos países da União Europeia.

Segundo dados oficiais comunitários, no ano passado, 24 mil sírios pediram asilo nos países da União.

30”
Só às costas italianas chegaram, de barco, nos últimos 40 dias, 3300 refugiados. A grande maioria, famílias com crianças, diz ter fugido de Damasco.

Segundo a ONU, 4600 sírios refugiaram-se em Itália, desde o início do ano, dois terços dos quais chegaram durante o passado mês de agosto.

Tendo em conta a possibilidade de um eventual ataque contra a Síria, a Alemanha propõe a realização de uma conferência europeia sobre o problema dos refugiados. Berlim diz-se disposta a acolher 5000 pessoas mas, só em agosto último, recebeu um milhão de pedidos.