Última hora

Em leitura:

Notícia da condenação à morte recebida em festa


Índia

Notícia da condenação à morte recebida em festa

Muitos políticos e ativistas sociais indianos saudaram a condenação à morte de 4 dos 6 homens implicados na violação e assassínio de uma jovem de 23 anos e espancamento do namorado num autocarro em Dezembro.

Em frente ao tribunal em Nova Deli uma multidão celebrou e houve mesmo quem tivesse distribuído doces pela sentença de morte por enforcamento. “Gostaria de felicitar todos os homens e mulheres comuns que se reuniram nas ruas depois da violação. Estou a distribuir doces para eles. A verdade triunfou sobre o mal, é o triunfo das pessoas comuns e também da vítima”, diz uma rapariga.

Os crimes sexuais são endémicos na Índia e mesmo depois das autoridades terem reformado e endurecido as leis, há notícias de violações todos os dias.

Kavita Krishnan pertence à associação feminina da Índia progressista. “Agora, estamos a aproveitar esta oportunidade do veredicto que chegou num curto espaço de tempo. Ela deve abrir oportunidades para todas aquelas e aqueles submetidos a violência sexual no país. Como tornar a justiça ao alcance de todos deve ser agora a nossa maior preocupação”, garante.

Os advogados de defesa anunciaram que deverão recorrer da sentença. Um deles sugeriu em tribunal que houve pressão política ao mais alto nível – incluindo o ministro do interior – para que o veredicto fosse a pena de morte.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Artigo seguinte

mundo

Milhares de pró-Morsi voltam a manifestar-se no Egito