Última hora

Última hora

Oposição Síria acusa Assad de "enganar" comunidade internacional

Em leitura:

Oposição Síria acusa Assad de "enganar" comunidade internacional

Tamanho do texto Aa Aa

A oposição síria – que, no terreno, prossegue os combates – não acredita na boa-fé do regime de Bashar Al-Assad.

Para a Coligação Nacional da Oposição Síria, o pedido de Damasco de adesão à Convenção sobre as Armas Químicas destina-se apenas a “enganar” a comunidade internacional e, consequentemente, impedir um eventual uso da força.

Khaled Saleh, porta-voz da coligação, recorda que, no passado, Assad já mentiu e já violou outras convenções: “Convém lembrar que, em 2004, o regime de Assad assinou a resolução 5040, da ONU – a qual, no capítulo sete, fala da proliferação das armas químicas. E o regime está a violar essa convenção. Tem afirmado continuamente que não tem armas químicas. Continua a matar civis com armas convencionais e acreditamos que também o faz com armas químicas… Não há nada que o pare.”

Khaled Saleh afirmou, ainda, que se a Rússia quer mesmo uma solução diplomática para a questão síria, Moscovo tem de parar de enviar armas ao regime de Damasco.

A Coligação da Oposição Nacional síria esteve reunida, durante dois dias, em Istambul, na Turquia.