Última hora

Última hora

Voyager 1 encontra-se num "ambiente alienígena"

Em leitura:

Voyager 1 encontra-se num "ambiente alienígena"

Tamanho do texto Aa Aa

Nos confins do espaço, a Voyager 1 deixou o sistema solar depois de 36 anos a viajar. A sonda da NASA está, de acordo com cientistas, no espaço interestelar.

É o primeiro objeto criado pelo homem sair do sistema solar. Está a mais de 19 mil milhões de quilómetros de distância do sol.

“Conseguimos chegar lá! Quero dizer, isto é qualquer coisa que todos nós ambicionávamos quando começamos há 40 anos. Mas nenhum de nós sabia o tamanho da bolha [sistema solar] e ninguém conhecia qualquer coisa que pudesse durar tanto quanto as Voyager”, afirma Ed Stone, cientista do projeto Voyager da NASA.

“Saímos do material criado pelo sol e estamos de facto num ambiente alienígena. O material que a Voyager encontra não é criado pelo sol. De facto, é criado pelos restos das nossas vizinhas estrelas supernovas e por aí adiante”, revela Gary Stark, cientista do projeto Voyager da NASA.

Lançada em 1977, dias depois da Voyager 2, a sonda tinha como missão principal pesquisar Júpiter, Saturno, Úrano e Neptuno, tarefa realizada em 1989.

A conclusão dos cientistas, de que a sonda está no espaço interestelar, baseia-se nos dados enviados pelos sensores que registaram uma significativa alteração na densidade do ambiente local.

Estima-se que o plutónio da Voyager 1 lhe dê mais 10 anos de vida.