Última hora

Última hora

500 desaparecidos nas cheias no Colorado

Em leitura:

500 desaparecidos nas cheias no Colorado

Tamanho do texto Aa Aa

São já mais de 500 as pessoas desaparecidas no Estado americano do Colorado, por culpa das piores cheias de que há memória.

O número de mortes confirmadas subiu para cinco, com a descoberta de um novo corpo. O balanço mortal pode vir a crescer, embora muitos dos desaparecidos estejam simplesmente incomunicáveis, já que várias populações ficaram isoladas e com as comunicações cortadas.

“As pessoas fazem sinal aos helicópteros, com isqueiros, canetas de laser, ou pequenas luzes no porta-chaves. São sinais que só podem ser vistos com óculos de visão noturna e é assim que várias pessoas estão a ser recolhidas”, conta o tenente-coronel Mitch Utterback, da Guarda Nacional.

As consequências podem vir a ser piores que as das cheias de 1976, que mataram então 150 pessoas.

Em vários condados, a chuva que caiu apenas em três dias equivale à precipitação média de um ano inteiro.

A acalmia de sexta-feira permitiu acelerar o trabalho dos socorros, mas a chuva regressou em força na tarde de sábado, o que voltou a dificultar as operações.