Última hora

Última hora

China e França apoiam acordo sobre a Síria

Em leitura:

China e França apoiam acordo sobre a Síria

Tamanho do texto Aa Aa

O acordo entre os Estados Unidos e a Rússia, a respeito do armamento químico da Síria, conta com dois apoios de peso: a França e a China.

Se a França tem sido, até agora, o principal aliado dos Estados Unidos contra o regime de Bashar el-Assad, a China tem bloqueado, nas Nações Unidas, todas as resoluções contra a Síria, juntamente com a Rússia. Os chefes da diplomacia dos dois países deram agora o apoio ao acordo alcançado por Kerry e Lavrov em Genebra, ao fim de três dias de negociação.

“O problema sírio não pode ser resolvido com uma abordagem militar e há um consenso entre a China, a França, os Estados Unidos, a Rússia e a comunidade internacional. Esta questão tem de ser resolvida pela via política”, disse o chefe da diplomacia chinesa Wang Yi. O homólogo francês, Laurent Fabius, acrescentou: “O acordo de Genebra, este projeto para um quadro de entendimento, é um progresso importante. Com certeza que não resolve tudo, porque há vários pontos a analisar”.

Laurent Fabius esteve em Pequim antes do encontro de segunda-feira em Paris, com os chefes da diplomacia dos Estados Unidos e Grã-Bretanha, John Kerry e William Hague.