Última hora

Última hora

Volta à Espanha: Horner veste de vermelho em Madrid

Em leitura:

Volta à Espanha: Horner veste de vermelho em Madrid

Tamanho do texto Aa Aa

O vencedor do Giro, Vicenzo Nibali, resistiu e luto até ao fim no alto do Angliru, mas Chris Horner teve mais fôlego na escalada e garantiu o triunfo na Volta à Espanha 2013.

Este domingo, etapa de consagração em Madrid, mas caso nenhum imprevisto estrague a festa de Horner, as contas já estão resolvidas.

Estava tudo em aberto no arranque da penúltima etapa, porque a diferença entre o norte-americano e o italiano na classificação geral era de apenas três segundos.
Embalado pelos companheiros da Astana, Nibali atacou várias vezes e chegou mesmo a estar em vantagem em relação a Horner nos últimos seis quilómetros. Porém, para desespero do vencedor do Giro, o ciclista da Radio-Shack aparecia sempre atrás para fazer a cobertura. Para desespero de Nibali, Horner nunca perdeu o fôlego e no último quilómetro os papéis inverteram-se. Desta vez foi Horner quem atacou, mas Nibali não conseguiu seguir e perdeu terreno. Horner aproveitou a perda de velocidade do italiano e ganhou alguns segundos.

A vitória na etapa mais difícil da Volta a Espanha foi para o francês Kenny Elissonde que festejou efusivamente, mas o grande triunfo pertenceu a Horner que controlou todos os ataques de Nibali, conseguiu destacar-se no reta final e, por fim, aumentar a vantagem sobre Nibali de três para 37 segundos.