Última hora

Última hora

Atentado na fronteira entre a Turquia e a Síria depois de incidente com helicóptero

Em leitura:

Atentado na fronteira entre a Turquia e a Síria depois de incidente com helicóptero

Tamanho do texto Aa Aa

A tensão está ao rubro na fronteira entre a Síria e a Turquia.

Uma viatura armadilhada explodiu no lado sírio da passagem fronteiriça de Bab al-Hawa, no mesmo local do atentado de 11 de Fevereiro, que fez 13 mortos. A agência turca Dogan avançou um balanço de sete mortos e vinte feridos no ataque desta terça-feira, no ponto de passagem controlado pelos rebeldes sírios.

Um militante sírio diz que as vítimas eram todas civis, que esperavam para atravessar a fronteira.

O atentado tem lugar um dia depois da aviação turca ter abatido um helicóptero sírio que entrou no seu espaço aéreo perto da localidade de Güveci, apesar de vários avisos.

Questionado sobre se o incidente pode traduzir-se numa escalada do conflito entre a Turquia e a Síria, o analista turco Atilla Sandikli diz que “pode ser interpretado pelo público dessa forma. Mas esta violação da fronteira será provavelmente analisada pela NATO, que irá emitir um comunicado para avisar a Síria para não voltar a fazer o mesmo, e não é de esperar uma retaliação da Síria”.

Um dos pilotos terá sido capturado pelos rebeldes sírios. Damasco reconheceu a perda do helicóptero, sublinhando que “não estava em missão de combate”, mas sim de “reconhecimento para vigiar a infiltração de terroristas através da fronteira turca”. O regime sírio acusa regularmente a Turquia de financiar e treinar rebeldes no seu território e de lhes deixar passar a fronteira para combaterem as forças do regime de Bashar al-Assad.