Última hora

Última hora

México "encurralado" entre Ingrid e Manuel

Em leitura:

México "encurralado" entre Ingrid e Manuel

Tamanho do texto Aa Aa

O México é palco, desde sexta-feira, da pior intempérie dos últimos cinquenta anos, que provocou já 80 mortos, afetando mais de 82
mil pessoas.

Na zona turística de Los Cabos, na Baixa Califórnia, as autoridades começaram a evacuar as zonas inundáveis quando mais de 39 mil pessoas foram deslocadas entre a costa do Pacífico, afetada pelo agora furacão de categoria 1, “Manuel” e a costa atlântica, assolada pela tempestade tropical “Ingrid”.

Na estância turística de Acapulco, a subida das águas isolou centenas de pessoas nas aldeias vizinhas que tiveram que ser resgatadas por helicóptero, afetando mais de 200 casas.

“O presidente da república anunciou que vão vir, casa por casa, constatar os danos, tendo prometido ajudar os afetados, mas até agora não vimos nada nem ninguém”, indigna-se uma habitante de Acapulco.

Há relatos de pilhagens na cidade, onde o aeroporto se encontra igualmente inundado, tendo obrigado as autoridades a transferir mais de dois mil turistas para a capital.

Centenas de militares foram enviados para o terreno para prestar assistência aos refugiados, instalados em 10 abrigos de emergência, quando pelo menos 77 municípios já declararam o estado de calamidade pública.

As autoridades encontram-se em alerta para a possibilidade de se formar uma terceira tempestade, ainda hoje, sobre a península do Iucatão.