Última hora

Última hora

Argentina: Cartões biométricos contra hooligans

Em leitura:

Argentina: Cartões biométricos contra hooligans

Tamanho do texto Aa Aa

A Argentina vai introduzir cartões biométricos de acesso aos estádios, para impedir a entrada de adeptos violentos.

Os primeiros a experimentar o novo sistema vão ser os espetadores do jogo deste domingo entre o Colón de Santa Fé e o San Lorenzo.

A Associação Argentina de Futebol tenta assim combater o hooliganismo, que é um dos maiores problemas do desporto no país: “O objetivo é afastar os os elementos violentos. Queremos afastar os hooligans e assim melhorar as receitas dos clubes. Queremos que as famílias regressem aos jogos de futebol”, diz Cherquis Bialo, porta-voz da AFA.

Se, para os dirigentes, esta pode ser uma solução, já o público parece bastante mais cético em relação a esta novidade: “O problema é que os dirigentes dos clubes sabem quem é que não deve poder entrar. Mas essas pessoas entram à mesma e isso nunca vai mudar, por mais medidas que tomem”, diz um adepto.

Se o programa for aplicado, o cartão, que contém vários dados sobre o adepto, incluindo as impressões digitais, passa a ser obrigatório em todos os estádios da primeira divisão.