Última hora

Última hora

Alemanha: Liberais e Verdes não querem ficar fora do jogo político

Em leitura:

Alemanha: Liberais e Verdes não querem ficar fora do jogo político

Tamanho do texto Aa Aa

Os liberais tentam o tudo por tudo na reta final da campanha eleitoral. Domingo pode ficar na história do partido como o dia em que o FDP ficou às portas do Bundestag porque não alcançou 5 por cento dos votos. Por isso, Hans-Dietrich Gensher, vice-chanceler e ministro dos Negócios Estrangeiros entre 1974 e 1992, surgiu esta sexta-feira ao lado do líder liberal numa ação de campanha em Frankfurt.

Philip Roesler recordou aos eleitores que os sociais-democratas fizeram parte do primeiro governo de Angela Merkel e que a chanceler só esteve coligada com os liberais nos últimos quatro. Quem quiser repetir a fórmula mais bem-sucedida terá por isso de votar no FDP, concluiu.

Problemas diferentes têm os Verdes. O partido ecologista luta para não descer mais nas intenções de voto que atualmente se situam por volta dos 10 por cento, o valor mais baixo dos últimos quatro anos.

O candidato Juergen Trittin, num comício em Berlim, fez um apelo desesperado às consciências dos eleitores para tentar uma reviravolta de última hora. A possibilidade dos Verdes regressarem ao governo, em coligação com os sociais-democratas, é quase nula a dois dias das eleições.