Última hora

Última hora

Quénia: Cerco aos terroristas mantém-se mas alguns escaparam

Em leitura:

Quénia: Cerco aos terroristas mantém-se mas alguns escaparam

Tamanho do texto Aa Aa

Prossegue o cerco ao grupo somali do Al Shabaab que este sábado atacou o centro comercial Westgate, em Nairobi, capital do Quénia. Pelo menos 39 pessoas morreram, incluindo dois franceses e dois canadianos, e cerca de 300 ficaram feridas. Desconhece-se o número de pessoas que ainda estará retida dentro do centro comercial, mas fonte governamental revelou que pelo menos cinco reféns terão sido já libertados. Uma testemunha, que fez parte do grupo resgatado, garantiu que pelo menos um dos terroristas conseguiu escapar.

“Vi um homem árabe. Era um homem forte, árabe. Não era um somali. E ele tinha uma arma. Eu vi este homem a mudar de roupas e a esconder-se. Quando fomos resgatados, ele misturou-se no meio de nós e saiu connosco”, afirmou a testemunha.

O grupo armado entrou no centro comercial na manhã de sábado e começou a disparar indiscriminadamente sobre as pessoas. Estava a decorrer um evento infantil no centro comercial e, por isso, entre as vítimas estão muitas crianças. Nos feridos, encontram-se ainda cidadãos britânicos e norte-americanos, o que já levou os Estados Unidos a reagir e a oferecer ajuda ao Quénia para levar à justiça os responsáveis por este ataque. Também o Conselho de Segurança das Nações Unidas já reagiu. De forma unânime, os 15 membros do organismo da ONU condenaram o ataque registado em Nairobi e expressaram solidariedade ao povo e ao governo do presidente Uhuru Kenyatta, que também perdeu familiares no Westgate.

As autoridades quenianas cercam o edifício há várias horas. Um dos agressores terá sido capturado, um outro terá sido abatido, mas outros mantém-se barricados no centro comercial com reféns. As negociações, entretanto, mantêm-se. Os hospitais da capital queniana foram-se enchendo de feridos ao longo do dia. A Cruz Vermelha lançou, inclusive, um apelo para que outras pessoas se desloquem aos hospitais para doar sangue.